Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

SETOR MINERAL DO SERIDÓ É DESTAQUE EM REVISTA NACIONAL

CURSO TÉCNICO EM MINERAÇÃO EM JUNCO DO SERIDÓ

O vereador José Ivaldo Donato Nóbrega (Foto)  apresentou uma propositura na CÂMARA MUNICIPAL DE JUNCO DO SERIDÓ - REQUERIMENTO Nº 18/2016: “Encaminhando uma solicitação ao senhor governador do Estado da Paraíba para que transforme a nossa Escola Estadual Ezequiel Fernandes em uma Escola Técnica de Mineração”.
 VEJA:
EXMO. (A) SENHOR (A). PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE JUNCO DO SERIDÓ. O Vereador que abaixo subscreve, ouvido o Plenário desta Edilidade, de acordo com nossas prerrogativas legais previstas no RI desta casa, REQUER AO PRESIDENTE DESTA EDILIDADE AO CHEFE DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, que encaminhem a demanda desta propositura ao senhor Governador do Estado da Paraíba, com a devida cópia deliberada pelo Plenário: “ENCAMINHA SOLICITAÇÃO AO SENHOR GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA PARA QUE TRANSFORME A NOSSA ESCOLA ESTADUAL EZEQUIEL FERNANDES EM UMA ESCOLA TÉCNICA DE MINERAÇÃO.
Justificativa A mineração é uma atividade econômica do setor primário da economia, em nossa cidade é…

CAMPUS PICUÍ REALIZA AMBIENTAÇÃO COM ALUNOS NOVATOS

De 26 de janeiro a 10 de março 2016, o Campus Picuí promoveu uma ambientação com os alunos novatos dos cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio que teve como objetivo contribuir com o processo de ambientação e integração dos estudantes na Instituição.  A programação aconteceu três dias por semana com um nivelamento de Português e Matemática, apresentação do Regimento Didático e do Regulamento Disciplinar e com oficinas que abordaram vários temas como: mídia e álcool, puberdade, Sistemas reprodutores, bullying, como organizar o tempo de Estudo, drogas, higiene corporal, gênero e sexualidade, DST’s, gravidez na adolescência, métodos contraceptivos, dentre outras temáticas previstas no Programa da Política de Assistência Estudantil do IFPB. Aos alunos do Curso de Geologia foi proporcionada uma visita técnica a região de Pedra Lavrada/PB para que os estudantes vivenciassem o espírito aventureiro que a Geologiaproporciona. O êxito da realização desse projeto contou com a participação da…

PARTICIPE DO 48° CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA

É para todos nós da organização desse grande evento um prazer receber os colegas que participarão do 48° Congresso Brasileiro de Geologia, que será realizado de 9 a 13 de outubro de 2016, no CENTRO DE EVENTOS DA FIERGS, situado na Av. Assis Brasil, 8787 - Sarandi, Porto Alegre-RS. O tema central do evento é “As Geotecnologias e o Século 21” conforme consta no site oficial do eventohttp://www.48cbg.com.br/ Além de ser o maior encontro bi-anual da comunidade geocientífica do Brasil, o 48º CBG pretende enfatizar o papel crescente das geotecnologias no âmbito das geociências, debater temas de relevância internacional e promover a integração e divulgação do trabalho de profissionais, empresas públicas e privadas, instituições de pesquisa e indústria atuantes nos diversos segmentos da área. Assim, temos a satisfação de convidá-lo para a submeter seu trabalho na área de Geodiversidade e Geoconservação, até 24 de abril de 2016 através do site do evento. Veja abaixo o briefing da SESSÃO TEMÁTICA G…

GEÓLOGO FRANCISCO SOUZA SERÁ UM DOS COLABORADORES DO BLOG SETOR MINERAL EM FOCO

O geólogo Francisco de Assis Souza (Foto),  será um dos nossos colaboradores e estará compartilhando com vocês leitores do Blog “Setor  Mineral em Foco” um pouco de sua experiência profissional, com artigos relacionados a área de geociências.
 Francisco, possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1987), com mestrado em geociências (1992) pela Universidade Federal da Bahia-UFBA.  Atualmente é professor dos Cursos técnico em mineração e geologia do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba-IFPB.

GEÓLOGO MARCOS NASCIMENTO SERÁ UM DOS COLABORADORES DO BLOG SETOR MINERAL EM FOCO

A redação do  blog setor mineral em foco, tem a honra de divulgar que o geólogo Marcos Antônio Leite do Nascimento (Foto), será um dos nossos colaboradores, o mesmo estará  compartilhando  conhecimentos  geológico e experiências com nossos leitores.

Marcos Nascimentos, possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1998), com mestrado (2000) e doutorado (2003) em Geodinâmica pela UFRN. Foi geólogo do Serviço Geológico do Brasil - CPRM entre 2007 e 2009, onde coordenou o Projeto Monumentos Geológicos do Rio Grande do Norte e foi membro suplente da CPRM na Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleontológicos - SIGEP. Atualmente é Professor Adjunto IV do Departamento de Geologia da UFRN. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Petrologia Ígnea, Geologia de Campo, Geodiversidade, Geoconservação e Geoturismo. Pesquisa em temas como Levantamento do Patrimônio Geológico Potiguar com fins a Geoconservação; Projeto Geoparque Seridó e Magmatis…

A PARAÍBA EXPLODIU HIROSHIMA?

Durante a Segunda Guerra, americanos teriam se instalado no sertão brasileiro, de onde extraíam urânio para a fabricação de armas.
Bernardo Câmara
Pelos caminhos do sertão do Seridó, na Paraíba, as lendas brotam como xique-xique, e uma delas chama atenção pelo inusitado. Rica em minério, a região teria sido procurada por militares americanos durante a Segunda Guerra Mundial. Com seus jipes e cabelos claros, eles chegaram atrás do urânio, que enviavam à terra natal para a fabricação de armamentos bélicos. Foi a bomba atômica cair sobre os japoneses e os paraibanos não tiveram dúvida: o sertão tinha um pezinho na explosão de Hiroshima.

Em andanças pela cidade de Picuí, não faltam testemunhas da chegada dos ianques. “Eram uns galegões. Mister MacLaine, Mister Maclu, Seu Daivid”, recorda Valdo Medeiros de Araújo, de 80 anos. Garimpeiro, ele é um dos moradores que trabalharam na extração e venda de minérios para os americanos.

A história é  contada no documentário “Urânio Picuí – Produto brasi…

LIVRO GEODIVERSIDADE NA ARTE RUPESTRE NO SERIDÓ POTIGUAR

Foi lançado o livro Geodiversidade na Arte Rupestre no Seridó Potiguar, de nosso amigo Marcos Nascimento (UFRN) e Onésimo Santos (IPHAN).

Valorizando a "tela" usada pelos exímios artistas de milhares de anos atrás, o IPHAN-RN publica o livro "Geodiversidade na Arte Rupestre no Seridó Potiguar", sob autoria do Geólogo Marcos Antonio Leite do Nascimento (UFRN) e o Arqueólogo Onésimo Jerônimo Santos (IPHAN). Essa "tela" que falamos corresponde as rochas que foram utilizadas para a arte rupestre, expressada na forma de pinturas e/ou gravuras. O livro une esses dois temas - Geodiversidade (com destaque para as rochas e os minerais) e Arqueologia (com destaque para as pinturas e gravuras rupestres) permitindo com que o leitor faça um passeio pelos sítios arqueológicos de municípios do Seridó Potiguar, em destaque Carnaúba dos Dantas, Parelhas e Serra Negra do Norte. Não só de conceitos e informações técnicas se faz o livro, mas também de como essa arte rupestre…

HOJE PICUÍ SERÁ DESTAQUE NO PROGRAMA NAT GEO DA BAND

Picuí mais uma vez é destaque na mídia internacional (o programa será exibido  também várias vezes pelo canal Nat Geo) através do programa do biólogo e aventureiro Richard, que será exibido neste sábado (12), às 14h50, na Band.


Richard Rasmussem esteve gravando em Picuí durante o período carnavalesco, acompanhado da sua esposa, Rhenata Tolksdorf, que é assistente de palco do Programa do Ratinho e tinha muita vontade de conhecer Picuí.
A produção do programa teve apoio de Edson Calado, da Prefeitura Municipal de Picuí, do Deputado Estadual Buba Germano, e também da Associação Trilhas na Caatinga, que deram total apoio para que fosse possível a vinda do apresentador a Picuí.
Essa já é a segunda vez que o biólogo e aventureiro grava em Picuí. Richard se encantou pelas nossas belezas naturais, e também por toda diversidade natural.
Picuí Hoje com Edson Calado

PROGRAMA INOVA MINERAL TERÁ RECURSOS DE R$ 1,2 BI

O governo pretende lançar, até abril, o programa Inova Mineral, que contará com recursos da ordem de R$ 1,2 bilhão (dos quais cerca de R$ 200 milhões serão na modalidade não reembolsável) aportados pelo BNDES e Finep, para financiar projetos de inovação em áreas predefinidas pelo governo. Além do BNDES e Finep participaram da elaboração do programa as instituições MCTI, Finep, Cetem, MDIC e ABDI. A informação foi dada pelo diretor da ABDI, Miguel Cedraz Nery, em apresentação feita no Brazilian Mining Day, durante o convenção PDAC 2016, que se realizou nesta semana, na cidade de Toronto, Canadá. O Inova Mineral está focado no desenvolvimento de tecnologias e processos para dois grupos de minerais considerados estratégicos pelo governo: aqueles chamados “Portadores de Futuro”, tais como cobalto, grafita, lítio, minerais do grupo platina, molibdênio, nióbio, silício (grau solar), tálio, tântalo, terras raras, titânio, vanádio e outros dos quais o País é dependente, como fosfato e potáss…

GRUPO POPULARIZA CONHECIMENTO GEOLÓGICO NO FACEBOOK

O grupo foi criado em novembro de 2014. Desde então configura-se como um espaço que envolve não somente os estudantes do Curso Técnico em Geologia do Instituto Federal da Paraíba (IFPB - Campus Picuí) mas também membros da comunidade geocientífica e amantes das Geociências em geral. É mais uma ferramenta que vem contribuindo para POPULARIZAÇÃO DO CONHECIMENTO GEOLÓGICO.
É um canal de comunicação livre para "GEOLOGAR". É permitida toda e qualquer publicação relacionada à temática, como: novidades na área, curiosidades, atividades de pesquisa e extensão, esclarecimento de dúvidas, oportunidades de estágio, emprego e concursos públicos.

Principalmente, para  expor para um público mais abrangente, as atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão que estão sendo desenvolvidas pelos professores e alunos do Curso Técnico em Geologia do IFPB (Campus Picuí). E desta forma buscar interagir mais fácil e rapidamente com outras instituições de ensino e pesquisa, empresas da área de Mineração e…

ALUNOS INICIAM ANO LETIVO COM TRABALHO DE CAMPO

O ano letivo 2016 só começa no início de abril, mas os novos alunos do Curso Técnico em Geologia,  do IFPB-Campus Picuí, após apresentação,  já foram pro seu primeiro trabalho de campo.
 Segundo o  geólogo e professor Anderson Souza, no intuito de motivar os novos alunos  eles foram   a região de Pedra Lavrada/PB. "O objetivo maior foi propiciar uma vivência no que mais um profissional da área necessita que são os trabalhos de campo. Sentir o calor, caminhar, cansar, sentir o espírito aventureiro que a Geologia proporciona. Este "Campo Motivacional" foi idealizado pela Coordenação Pedagógica (Copae Ifpb Picuí), Direção de Ensino e Coordenação de Geologia, o resultado foi fantástico" Disse 
Fonte: Grupo do curso de geologia no Facebook-  Para mais informações acesse: https://www.facebook.com/groups/378246929002703/

TRIBUTAÇÃO E BUROCRACIA PREJUDICAM PRODUÇÃO DE ÁGUA MINERAL, DIZEM REPRESENTANTES DO SETOR

As mudanças constantes na legislação, a carga tributária excessiva e a complexidade de normas e decretos do governo ameaçam a exploração de água mineral no país. O alerta foi feito nesta terça-feira (16) por representantes do setor em audiência pública interativa na Subcomissão Permanente de Acompanhamento do Setor de Mineração. Atualmente, a água mineral é mais tributada que os refrigerantes e as bebidas açucaradas, que causam danos à saúde mas pagam bem menos impostos ao governo, disse o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais (Abinam), Carlos Alberto Lancia. - É um absurdo que precisamos corrigir. Não tem sentido pagarmos mais imposto que refrigerante e cerveja. Nós não somos bebidas frias, nós somos alimentos. Os estados cobram até 19% de ICMS. Na Europa, o máximo que se fala é 7%. Não podemos continuar pagando carga tributária maior. Pagamos, em termos percentuais, mais que o petróleo. A água mineral não pode pagar tributo de bebidas – afirmou. Em rela…

O QUE É CFEM?

A COMPENSAÇÃO FINANCEIRA PELA EXPLORAÇÃO DE RECURSOS MINERAIS (CFEM)
No Brasil, a atividade de mineração é realizada sob o regime de concessão pública realizada pelo Ministério de Minas e Energia e operacionalizado pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). A Constituição Federal estabeleceu que as jazidas e os depósitos minerais constituem bens da União, distinguindo a propriedade do solo à do subsolo. Para o desenvolvimento da atividade de mineração, foi previsto o aproveitamento econômico do produto da lavra através das concessões. A Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) é uma contraprestação paga à União pelo aproveitamento econômico desses recursos minerais. Sendo assim, a CFEM foi prevista na Constituição Federal de 1988, instituída pelas Leis nº 7.990/1990 e 8.001/1990. Foi regulamentada pelo Decreto nº 01/1991 e, a partir de então, passou a ser exigida das empresas mineradoras em atividade no país. Conforme definiu o decreto, a CFEM incide s…

IMPORTÂNCIA DO EXCEL PARA A MINERAÇÃO- Por JONY PETERSON

Em 1978 foi criado por Steve Jobs o primeiro PC (Personal Computers ou Computadores Pessoais), chegando montados e prontos para o uso, porém com uso ainda limitado. Foi criado o Lotus 123 para impulsionar a venda destes PC´s. E, 1984 lançou-se o Macintosh (MAC) pela Apple, e assim a Microsoft iniciou o projeto Excel, em 1985 na sua versão 1.0 para MAC e para Windows em 1987. Como o Lotus 123 não acompanhou esse crescimento pois não migrou para o ambiente Windows, o Excel ganhou o mercado.
O Excel foi alvo de um processo bem polêmico, devido ao fato de já existir um pacote de softwares com este nome, e a patente já registrada. Decidiu-se em julgamento, que a Microsoft teria de se referir ao programa como 'Microsoft Excel'. Porém, esta decisão foi respeitada por muito pouco tempo pela empresa, pois, alguns anos depois, ela acabou comprando a patente de nome 'Excel'.
O Microsoft Excel se tornou uma ferramenta revolucionária no campo das planilhas eletrônicas. Seu último gr…

UFPR E UNIVERSIDADE DE HIROSHIMA COMPARTILHAM ESTUDOS SOBRE ÁREA POUCO CONHECIDA NO BRASIL

Por Jaqueline Carrara
Uma parceria entre o Laboratório de Análise de Minerais e Rochas da UFPR (Lamir) e a Universidade de Hiroshima (Japão) tem desenvolvido estudos e se tornado referência em uma área ainda pouco conhecida no Brasil: a geomicrobiologia.
O projeto, intitulado Geobiocal, é financiado pela Frade Japão Petróleo Ltda., que tem a obrigação, amparada por lei, de investir em programas de apoio à investigação científica e desenvolvimento tecnológico aplicado ao petróleo, gás natural e indústria de biocombustíveis no Brasil. A iniciativa já executou as etapas de campo, com estudos no Paraná, em Mato Grosso do Sul e também no Japão. Tendo em vista a quantidade de informações obtidas e a fim de compartilhar os conhecimentos adquiridos por essas vivências, o projeto tem oferecido cursos em que pesquisadores e convidados ainda introduzem e debatem novos conceitos sobre a área embrionária no Brasil. O mais recente deles foi realizado nesta semana – de 29 de fevereiro a 04 de março – em…

VII Simpósio Brasileiro de Geofísica (SimBGF) acontecerá em outubro

Entre os dias 25 e 27 de outubro acontecerá o VII Simpósio Brasileiro de Geofísica (SimBGF) aqui em Ouro Preto - MG.

Então salvem essa data e fiquem atentos ao prazo final para o envio de trabalhos.

Venham debater a geofísica sob a magia de Ouro Preto!
Para mais informações.
Acesse: http://sys2.sbgf.org.br/simposio/index.php?option=com_content&view=article&id=103&Itemid=435

MAIOR JAZIDA DE FOSFATO DO ESTADO DE MINAS GERAIS É DESCOBERTA ENTRE PRESIDENTE OLEGÁRIO E PATOS DE MINAS

Foi realizado na manhã desta quinta-feira (25/02), no Gabinete do Prefeito Antônio Cláudio Godinho ¨Palito¨ (PMDB) na Prefeitura Municipal de Presidente Olegário, a apresentação de um projeto de grande porte na área de Fosfato, Projeto Fosfato Brasil, encontrado na divisa de Presidente Olegário e Patos de Minas.

Estiveram presentes na apresentação do Projeto a equipe de Pesquisas da Magnor Financial Advisor, o Prefeito Palito, Vice-prefeito Olímpio Pimpim, Presidente da Câmara Municipal de Presidente Olegário Manoelzinho da Ambulância, vereadores Henrique Godinho, Januário Elói e Valter Capote, Presidente do Sindicato Rural de Presidente Olegário, João Queiroz, além de secretários da administração, imprensa e convidados.

A descoberta do Fosfato em nossa região vem sendo pesquisada a dezenas de anos, mas a poucos anos atrás o Grupo Magnor adquiriu os direitos de pesquisa mineral da região, aprofundando e acreditando nas pesquisas onde os resultados começaram a aparecer, após as análises …