Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

VEJA A PROGRAMAÇÃO DO DIA NACIONAL DO GARIMPEIRO QUE SERÁ COMEMORADO NESTE SÁBADO DIA 22 DE JULHO

A Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, por meio da Diretoria de Recursos Minerais e Hidrogeologia (DRMH), vai realizar no dia 22 de julho o VII Seminário Comemorativo ao Dia Nacional do Garimpeiro, na cidade de Junco do Seridó. O evento tem como principal objetivo debater temas relacionados à mineração e incentivar o cooperativismo no setor. A data do evento foi fechada na tarde dessa quarta-feira (21), em reunião com o prefeito de Junco do Seridó, Kleber Fernandes, o diretor da DRMH, Marcelo Falcão, e o diretor da Cooperjunco (Cooperativa de mineradores que formam as regiões do Cariri e Curimataú do estado da Paraíba), José Ivanildo de Sousa. O seminário vai reunir pequenos mineradores, organizados em cooperativas ou não, garimpeiros e prefeitos da região. De acordo com Marcelo Falcão, diretor de Recursos Minerais e Hidrogeologia, o evento será importante para incentivar o cooperativismo no setor. “Neste encontro iremos discutir quai…

ADERÊNCIA E CUMPRIMENTO AO PLANO DE LAVRA. POR JONY PETERSON

Olá pessoal tudo bem? O artigo dessa semana homenageia os coordenadores do evento VII Fórum de Mineração da UFPE, onde tive a honra de palestrar sobre o assunto “Aderência e cumprimento ao planode lavra” já discutido aqui no blog. No artigo de hoje, vou expor dois estudos de caso os quais apresentei na palestra e discutir qual seria a conclusão dos dois. A aderência mede a área onde foi lavrado dentro do planejado. Matematicamente a fórmula ficaria da seguinte forma: ADERÊNCIA = PLANEJADO REALIZADO/(PLANEJADO REALIZADO + REALIZADO NÃO PLANEJADO) * 100 ·Exemplo 01: Foi planejado uma área de 800m², sendo efetivamente lavrado uma área de 600m² dentro do plano e nenhuma área lavrada fora do planejado, logo: ADERÊNCIA = 600/(600+0)*100 = 100% ·Exemplo 02 : Foi planejado uma área de 1250m², sendo efetivamente lavrado uma área de 1010m² dentro do plano e lavrado fora do plano 300m²: ADERÊNCIA = 1250/(1250+300)*100 = 80,6% Quanto ao cumprimento, este mede relação em toneladas e/ou volumes planejados e…

A COOPERATIVA É UM INSTRUMENTO IMPORTANTE DENTRO DO SETOR DE MINERAÇÃO

Em matéria veiculada no Portal do Governo da Paraíba, com o titulo: “Paraíba realiza investimentos e é referência no extensionismo mineral.” analista do Ministério de Ciência e Tecnologia, destaca que a Paraíba realiza um bom trabalho no incentivo de criação de cooperativas.
Elzevir Guerra, analista do Ministério de Ciência e Tecnologia, destaca que a Paraíba realiza um bom trabalho no incentivo de criação de cooperativas. “A cooperativa é um instrumento importante dentro do setor de mineração, pois facilita a capacitação dos trabalhadores e aquisição de benefícios para o setor e a Paraíba é exemplo no cooperativismo mineral. Lembro que o Estado já ganhou em primeiro lugar o Prêmio Melhores Práticas de iniciativa da RedeAPLmineral com o trabalho que foi desenvolvido sobre o Aproveitamento de resíduos de quartzito da região do Seridó, desenvolvido  pela Universidade Federal de Campina Grande, o Centro de Tecnologia Mineral do Governo Federal e a Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hí…

O FAROL DO CABO BRANCO PONTO TURÍSTICO MAIS CONHECIDO DE JOÃO PESSOA PRETENDE REPRESENTAR O SISAL, UMA PLANTA DO SEMIÁRIDO QUE DURANTE MUITO TEMPO TEVE DESTAQUE NA ECONOMIA DA PARAÍBA

O Farol do Cabo Branco é o ponto turístico mais conhecido de João Pessoa.
Há décadas, muito antes de a cidade entrar no roteiro turístico, o Farol já era conhecido por marcar o ponto mais oriental das Américas.
O Farol é, de fato, um marco, antes de ser um farol. Embora haja uma lâmpada no topo da estrutura do farol, e embora ele seja alto e esteja localizado no topo de uma falésia, o Farol do Cabo branco não tem a função de orientar os navios.

Além disso, o Cabo Branco, onde o farol se localiza, não é mais considerado o ponto extremo das Américas. Medições mais recentes indicam que a Ponta Seixas, algumas centenas de metros (a Ponta Seixas é visível do mirante do Farol), está localizado um pouco mais a Leste que o Cabo Branco.

Alguns boatos afirmam que a responsável por essa reclassificação geográfica seria a erosão que atinge o Cabo Branco (que inclusive causou o desmoronamento do muro de proteção do mirante), mas a mudança foi decorrente de métodos mais precisos de medição (algo simila…

SEMINÁRIO EM COMEMORAÇÃO AO DIA DO ENGº DE MINAS SERÁ REALIZADO NESTA SEGUNDA –FEIRA 10 DE JULHO NA UFCG.

Nesta segunda-feira, 10 de julho,  será realizado no Auditório do Centro de Humanidades da UFCG, em Campina Grande, PB, um seminário  em Comemoração ao Dia do Engenheiro de Minas - 10 de Julho.
Veja a programação






PROFº DO IFPB/PICUÍ É SELECIONADO PARA EXPEDIÇÃO INTERNACIONAL OCEANOGRÁFICA

O professor do curso técnico integrado em Geologia do Campus Picuí do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Miguel Evelim Penha Borges, foi selecionado para participar de uma expedição oceanográfica internacional. Ele será o docente de ensino médio representante do Brasil na School of Rock 2017 (SOR), expedição que reunirá professores de todo o mundo entre os dias 9 e 27 de julho, para vivenciar pesquisas científicas com dados obtidos por meio de perfurações no assoalho oceânico. A bordo do navio de pesquisas oceanográficas JOIDES Resolution (EUA), o grupo fará um percurso saindo das Filipinas (Subic Bay) até a Austrália (Townsville). Durante o deslocamento, o docente do IFPB participará de cursos e workshops com cientistas especializados para compreender como o material da perfuração pode ser trabalhado em modernos laboratórios. Miguel é graduado em Geologia, mestre em Geodinâmica e Geofísica, na área de concentração em Geologia Ambiental e Marinha, pel…

ALUNOS DOS CURSOS TÉC DE MINERAÇÃO E GEOLOGIA DO IFPB CAMPUS PICUÍ REALIZARAM VISITA TÉCNICA À EXTRAÇÃO DE ROCHAS ORNAMENTAIS NO MUNICÍPIO DE CASSERENGUE/PB.

Os Alunos dos Cursos Técnicos de Mineração e Geologia do IFPB campus Picuí,  realizaram nesta quarta-feira, 05 de julho uma visita técnica à extração de Rochas Ornamentais no município de Casserengue/PB e à unidade de beneficiamento da empresa GranFugi e Campina Grande.

Na oportunidade os discentes puderam acompanhar as atividades necessárias e métodos aplicados à extração do Granito Preto (conhecido como São Marcos). Posteriormente seguiram para a unidade de beneficiamento do Granito e observaram todo o processo que visa adequar o material às especificações do mercado consumidor. Atividades de extrema importância para a formação dos futuros Técnicos.

PARAÍBA REALIZA INVESTIMENTOS E É REFERÊNCIA NO EXTENSIONISMO MINERAL

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia/Diretoria de Recursos Minerais e Hidrogeologia (DRMH), está dando apoio técnico aos mineradores do Estado da Paraíba para a realização da atividade. Graças aos investimentos realizados para estruturar o setor de mineração, a Paraíba se tornou referência em extensionismo mineral.
Por meio de programas como o Projeto Cooperar, Empreender Paraíba e o Programa de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 6 milhões para garantir que suas atividades sejam competitivas, obtendo uma maior produtividade e maximizando o aproveitamento de recursos minerais não renováveis, agregando valores aos seus produtos e garantindo a sustentabilidade do setor.  “Graças a esses programas os garimpeiros, organizados em cooperativas, tiveram acesso a equipamentos como retroescavadeiras, compressores, martelos pneumáticos, br…

ENGº DE MINAS DO PARÁ SERÁ COLABORADOR DO BLOG SETOR MINERAL EM FOCO

O blog setor mineral em foco, tem a honra de divulgar  que o Engenheiro de Minas, Artur Silva Alves, do estado do Pará, será um dos nossos colaboradores, compartilhando experiências com nossos leitores.
 Artur Silva Alves
FORMAÇÃO · Graduado em Engenharia de Minas e Meio Ambiente - 2013 Universidade Federal do Pará (UFPA); · Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho - 2017 Universidade da Amazônia (UNAMA).
· Mestrado Profissional - 2017 Área: Lavra e Segurança do Trabalho na mineração Instituto Tecnológico Vale (ITV).
· Técnico em Química - 2008 Centro Federal de Educação Tecnológica do Pará (CEFET/PA).
EXPERIÊNCIA E ATIVIDADES PROFISSIONAIS.
· Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia - SEDEME
Função: Coordenador de Mineração Local: Belém/Pará Período: janeiro de 2015 até o presente momento Atribuições: Articulação com a Secretaria de Estado da Fazenda - SEFA, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade - SEMAS e Departamento Nacional …

ENGº DE MINAS DO PARÁ SE MOBILIZAM PARA CRIAR UMA ASSOCIAÇÃO

Associação Paraense de Engenheiros de Minas (Assopem) deverá ter a primeira Assembleia Geral em 10 de julho
Os engenheiros de minas do Pará estão se mobilizando para a criação da  Associação Paraense de Engenheiros de Minas (Assopem). A Comissão de Fundação da Assopem é composta pelos engenheiros de minas Artur Alves e André Santos, ambos residentes no Pará e egressos do curso de Engenharia de Minas e Meio Ambiente da então Universidade Federal do Pará (UFPA), em Marabá, atualmente Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). A realização de sua primeira Assembleia Geral, para eleição da diretoria, deverá ser realizada em 10 de julho. A Comissão de Fundação está preparando o “Diagnóstico da Profissão do Engenheiro de Minas no Pará”. Segundo o estudo, existem 179 engenheiros de minas graduados no Pará, mas a taxa de ocupação formal na profissão (ex-alunos trabalhando como engenheiros de minas) não chega a 50%. “Todos vão ter noção do estoque de mão de obra, onde estão os en…

PUBLICADA PORTARIA DNPM 70.507/2017, QUE DÁ INSTRUÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DE NOVO PLANO DE APROVEITAMENTO ECONÔMICO - PAE.

Foi Publicada nesta quinta (29) a Portaria DNPM 70.507/2017, que dá Instruções Técnicas para elaboração de Novo Plano de Aproveitamento Econômico - PAE.

Inscreva-se na Comunidade Mineract e baixe grátis a sua cópia agora mesmo, clique no link abaixo.http://ead.mineract.com/?page_id=231



Fonte: facebook.com/mineract

GOVERNO REALIZA SEMINÁRIO ALUSIVO AO DIA DO GARIMPEIRO NO DIA 22 DE JULHO

A Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, por meio da Diretoria de Recursos Minerais e Hidrogeologia (DRMH), vai realizar no dia 22 de julho o VII Seminário Comemorativo ao Dia Nacional do Garimpeiro, na cidade de Junco do Seridó. O evento tem como principal objetivo debater temas relacionados à mineração e incentivar o cooperativismo no setor. A data do evento foi fechada na tarde dessa quarta-feira (21), em reunião com o prefeito de Junco do Seridó, Kleber Fernandes, o diretor da DRMH, Marcelo Falcão, e o diretor da Cooperjunco (Cooperativa de mineradores que formam as regiões do Cariri e Curimataú do estado da Paraíba), José Ivanildo de Sousa. O seminário vai reunir pequenos mineradores, organizados em cooperativas ou não, garimpeiros e prefeitos da região. De acordo com Marcelo Falcão, diretor de Recursos Minerais e Hidrogeologia, o evento será importante para incentivar o cooperativismo no setor. “Neste encontro iremos discutir quai…

CFEM FOI TEMA DE PROGRAMA DE RÁDIO TRANSMITIDO PELA WEB RÁDIO SUSSUARANA DE FREI MARTINHO.

Neste sábado, 01  de julho , o Técnico em Mineração e Pesquisador Antonio de Pádua Sobrinho, durante a apresentação do programa  Setor Mineral em Foco,  transmitido pela web rádio Sussuarana de Frei Martinho, abordou vários temas ligados a atividade mineral, na ocasião, ele  falou da importância da importância da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais- CFEM.
Segundo ele informações obtidas no site do Departamento Nacional de Produção Mineral, DNPM, relata que  a compensação financeira pela exploração de recursos minerais, CFEM, estabelecida pela Constituição de 1988, em seu Art. 20, § 1o, é devida aos Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios, e aos órgãos da administração da União, como contraprestação pela utilização econômica dos recursos minerais em seus respectivos territórios. Os recursos da CFEM são distribuídos da seguinte forma: 12% para a União (DNPM, IBAMA e MCT).23% para o Estado onde for extraída a substância mineral.65% para o município produtor.M…